Foram homologados mais sete decretos no Diário Oficial na última segunda-feira (7), referentes aos municípios que se declararam em situação de emergência por conta da seca. Além de Ouro Branco, os demais municípios foram Minador do Negrão, Estrela de Alagoas, Palmeira dos Índios, Cacimbinhas, Inhapi e Major Izidoro.

As áreas foram intensamente afetadas pelas chuvas que caíram no Estado este ano. De acordo com o coronel Jadir Ferreira, da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil, 34 municípios decretaram situação emergencial e a grande maioria já foi visitada por técnicos da Defesa Civil que, por meio do Formulário de Avaliação de Danos (Avadan), constataram insustentabilidade nas áreas.

“Trata-se do reconhecimento do poder público de uma situação de anormalidade”, comentou o coronel Ferreira, sobre as condições climáticas dos municípios localizados no Agreste e Sertão alagoanos.

Ele explicou que tal circunstância não é particular de Alagoas, outros Estados nordestinos aguardam a liberação de recursos federais. Com a emissão do parecer estadual, o governo espera receber ajuda da Secretaria Nacional de Defesa Civil para que se possa iniciar, como medida prioritária, a distribuição de água potável na região.