A Prefeitura de Ouro Branco determiniou ponto facultativo na sexta-feira, dia 20, em consequência do Dia da Consciência Negra. Segundo informações, estarão fechadas algumas repartições públicas municipais como secretarias e diretorias, além de alguns órgãos ligados a Prefeitura, como o CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) e o PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), ambos ligados a Secretaria Municipal de Assistência Social. Vale lembrar que as Unidades Municipais de Saúde estarão funcionando normalmente, como o Centro de Saúde e a Casa Maternal Nossa Senhora do Bom Parto.

Importante destacar que o Dia da Consciência Negra apesar de ser uma data comemorativa muito importante em nosso calendário, não é tido como feriado nacional, mas mesmo assim algumas cidades o determinaram como feriado municipal permanente, ao todo são 350 cidades em todo o Brasil. Em Alagoas apenas duas cidades o tem como feriado municipal, são elas: Maceió e União dos Palmares.

CONHEÇA A ORIGEM DO DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de Novembro no Brasil e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira.

A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. Apesar das várias dúvidas levantadas quanto ao caráter de Zumbi nos últimos anos (comprovou-se, por exemplo, que ele mantinha escravos particulares) o Dia da Consciência Negra procura ser uma data para se lembrar a resistência do negro à escravidão de forma geral, desde o primeiro transporte forçado de africanos para o solo brasileiro (1594).

Algumas entidades como oMovimento Negro (o maior do gênero no país) organizam palestras e eventos educativos, visando principalmente crianças negras. Procura-se evitar o desenvolvimento do auto-preconceito, ou seja, da inferiorização perante a sociedade.

Outros temas debatidos pela comunidade negra e que ganham evidência neste dia são: inserção do negro no mercado de trabalho, cotas universitárias, se há discriminação por parte da polícia, identificação de etnias, moda e beleza negra, etc.

O dia é celebrado desde a década de 1960, embora só tenha ampliado seus eventos nos últimos anos; até então, o movimento negro precisava se contentar com o dia 13 de Maio, Abolição da Escravatura – comemoração que tem sido rejeitada por enfatizar muitas vezes a “generosidade” da princesa Isabel, ou seja, ser uma celebração da atitude de uma branca.

A semana dentro da qual está o dia 20 de novembro também recebe o nome de Semana da Consciência Negra.